O que é repertório visual?
Em 26/06/2017

O que é repertório visual?

Referência

Primeiramente vamos avaliar o que é uma referência, podemos considerar uma referência todo e qualquer trabalho que venha a ter influência direta ou indireta no resultado final e /ou no processo criativo. Sendo assim, podemos assumir que tanto uma fotografia famosa como uma mundana pixacao na rua podem ser ambas consideradas referências de igual ou diferente valor para um trabalho criativo.

É sempre importante ter um cuidado redobrado para não confundir referência com plágio ou cópia, visto que ao passo de que a referência tem a função de influenciar, mas não de determinar totalmente as decisões criativas de um trabalho. Quando vemos uma cópia ou um plágio, temos um trabalho em que houve pouquíssimas decisões criativas e uma apropriação criativa do trabalho de terceiros.


Biblioteca Visual

Você se lembra de quando estava no jardim de infância e tínhamos que fazer desenho de nossa casa? Geralmente o desenho mais comum que repetiamos diversas vezes era de um um quadrado com um triângulo em cima, essa era nossa associação direta em nossa biblioteca visual ao formato de uma casa.

Com os anos obviamente nossa biblioteca visual de formatos de casa se aprimora, hoje provavelmente você já deve conhecer diversos tipos e formatos de casa com vários tipos de estrutura arquitetônicas. Logo, se pedissemos para você desenhar sua casa hoje em dia, mesmo não tendo a melhor habilidade de desenho, você provavelmente fará um desenho muito mais próximo da realidade do que o que havia feito quando criança.

Este é apenas um exemplo de vários que ocorrem de maneira natural através do aprendizado na vida, com o tempo nos aprimoramos em diversas áreas e adquirimos conhecimento de maneira involuntária.

Some isso ao fato de que muitas vezes precisamos buscar o conhecimento para projetos específicos e assim vamos montando nossa biblioteca visual, por isso é comum afirmarmos que cada pessoa tem uma biblioteca visual única o que sempre dará um visão particular sobre cada assunto.

 

Repertório Visual

A partir da formação de nossa biblioteca visual é que conseguimos criar um repertório visual, é claro que para que a aplicação dele seja bem estabelecida é necessário a compreensão das referências a fundo.

Por isso o repertório só consegue ser efetivamente usado como um recurso após anos de estudo das referências, visto existe um tempo de maturação do que foi visto e dos seus significados. Por exemplo: Digamos que seja passado o briefing de criar um layout com tipografia retro anos 80 com um tigre com lasers em um fundo tropical. Analisando friamente temos que ter 3 referências visuais claras para esse trabalho: Cultura pop dos anos 80, anatomia de um tigre e estilo de moda baseado em padronagens de plantas tropicais.

Pode parecer muito trabalho para algo simples, mas certamente ter o entendimento dessas 3 estéticas irá diferenciar o seu projeto de ser uma cópia ou um projeto fraco para ser um trabalho que quebra paradigmas e consegue encontrar seu próprio caminho.

É importante enfatizar que muito do que hoje falamos de originalidade vem de saber aproveitar fragmentos de diversas referências para criar algo inovador. Como o documentário “Everything is a remix” já disse, nada é 100% original, tudo é uma cópia remixada de um outro conceito, a inovação vem de se misturar conceitos díspares.

Meio óbvio dizer, mas ter um repertório visual amplo aumentará as chances de criar ideias e conceitos mais interessante é bem sucedidos. Portanto, podemos afirmar que parte do prolema do plágio está justamente na falta de repertório, o que claramente gera cópias descaradas e de pior qualidade.

Conclusão

Seja você um diretor de arte, fotógrafo, DJ, pintor ou qualquer outra profissão criativa, ter um repertório visual enxuto pode limar a sua criatividade e lhe causar problemas. Como sempre enfatizamos aqui nos artigos do DC, é importante estar sempre se aprimorando e aprendendo enquanto profissional para não ficar para trás, assim pense sempre em seu repertório visual como uma extensão do seu trabalho em termos conceituais.

Algo que pode lhe ajudar bastante nos seus estudo e trabalho é ter acesso a um banco de imagens. Pode parecer besteira, mas ter acesso a um banco de imagens pode fazer uma baita diferença na hora de juntar recursos para estudar e criar seus projetos. Seja para estudo ou para trabalho, ter acesso a materiais de qualidade é essencial para a evolução de um profissional criativo.

E o pessoal da Fotolia faz um trabalho magnífico de curadoria de imagens e videos para você ter mais tempo para dedicar-se a seus projetos. Para quem não conhece, o Fotolia é um banco de imagens líder mundial, que dá acesso instantâneo a mais de 62 Milhões de imagens, vetores, ilustrações e videoclipes. Clicando nesse LINK você ganha 20% de desconto em suas compras.

Fonte: Design Culture